terça-feira, 25 de maio de 2010

Na manteiga...

...ou como a compra de presunto e queijo pode se tornar um épico.

Dias atrás combinei de encontrar meu caro macho na casa de minha sogra, para onde ele iria direto do trabalho. Ficou acertado então que eu levaria pão, presunto e queijo para a gente 'jantar' por lá, e assim evitar que ele comesse muito tarde e dormisse muito mais tarde ainda.
O pão ficou no meio do caminho, já que a cabeça de vento aqui saiu atrasada e deixou a sacola com os pães em cima da mesa. Mas não seria problema, lá na sogra a gente daria um jeito!

No trânsito chato das 19h30, resolvi que era mais fácil parar no meio do caminho ao invés de retornar até o Zaffari mais próximo de casa, então parei
no da Cristóvão Colombo. A fila dos Frios estava pequena, duas pessoas à minha frente - que estavam comprando o mundo, por sinal. Mas tudo bem, elas estavam no seu direito, é claro! Esperei pacientemente que as duas "moças" as atendessem e chegasse a minha vez. Mas com a fila pequena, umas das atendentes terminou seu serviço e foi para a outra seção, mais lotada. Esperei então a outra atendente, já mais senhora. Com a promoção do queijo processado (tipo polenghi, mas da marca Shermer, algo assim) pedi logo 100 gramas dele pois eu adoro. Depois de se embananar toda, e, inclusive, me perguntar qual era mesmo o nome do queijo, ela me entregou o pacotinho e eu prontamente pedi o presunto Mabella (Sempe R$9,90 o Kg - hehehe). Quando olhei a etiqueta do queijo em minhas mãos, me dei conta de que ela tinha colocado o preço do queijo CHEDDAR Polenghi. Ã-ahn. Estava errado. E mais caro. Então solicitei a troca da etiqueta. Nisso já tinha mais umas duas pessoas atrás de mim. Ela pegou novamente o saquinho com o queijo e ficou quase estática, sem saber direito o que fazer. Ela olhou pra mim e perguntou:

- É outro queijo que tu quer?
- Não, minha senhora, o queijo tá certo, mas o preço e o nome dele na etiqueta estão errados.
- ... Qual é o nome que tá aí na plaquinha?
- Queijo prato Shermer, R$13,90 o Kg.
- ...

Aí as senhoras atrás de mim na fila já começaram a se meter.

- É o queijo cheddar que ela quer!
- Não, é o prato mesmo, só que a marca é outra, não a Polenghi. - corrigi eu.
- É 13,90 o preço do queijo, põe aí e pronto!

A senhora atendente continuou confusa e sem acertar os códigos. Resolveu então chamar a atendente mais jovem que tinha saído dali antes. Entregou-lhe o saquinho com o meu queijo e foi pegar o presunto que eu havia pedido. A moça mais jovem, sem saber da situação toda, quis saber o que eu queria. Expliquei-lhe. Mas ela não entendeu.

- É o queijo colonial que tu quer?
- Não. Ela já colocou o queijo certo, mas na etiqueta tá o queijo Polenghi, e é o queijo Shermer.
- O queijo Shermer é o colonial.
- Não, ali na plaquinha tá escrito queijo processado Shermer, é esse aí mesmo.

Mal-encarada, ela continuou tentando outros códigos, sem sucesso. Aí se irritou, xingou a atendente mais velha e falou:

- Vai chamar a supervisora lá!

A supervisora, vendo a fila que aumentava atrás de mim, já estava a caminho. Nesse meio tempo, a atendente mais moça já tinha começado a atender a mulher atrás de mim, e a mais velha me entregou o presunto, enquanto eu começava a explicar para a supervisora o que tinha acontecido. Quando olho para a etiqueta do presunto adivinha... Uma fatia de queijo para quem adivinhar... A marca e o preço do presunto estavam errados.

- Senhora, o presunto é o Mabella e não o Sadia.
- ...

Ela pegou o presunto de volta, colocou de lado, pegou um novo saquinho, e ia servir DE NOVO o presunto Mabella.

- Não, senhora, o presunto tá certo, só a etiqueta é que tá errada. De novo.

Dessa vez, pelo menos, ela conseguiu consertar o erro. Depois de consultar os códigos, finalmente recebi meu presunto certo. Do outro lado, a supervisora estava terminando de imprimir a nova etiqueta do meu queijo, dessa vez certinho, nome e preço certos. Agradeci e ela foi embora. Aí a fila já estava andando. A atendente mais nova já estava atendendo os clientes atrás de mim e a mais velha tinha começado a atender outro. Só que a educação foi para o espaço, porque ninguém me perguntou se eu queria mais alguma coisa, como elas sempre fazem e devem fazer. E eu precisava de queijo Lanche também, pro meu homem!

Parei, olhei pras atendentes, olhei a fila enorme atrás de mim, e só em pensar na saga que tinha sido aquela compra, dei meia-volta e desisti do outro queijo. Com pesar na consciência e irritada por tudo, fui para o caixa pensando na explicação que daria ao namorado sobre o queijo processado, do qual ele não é fã.

Cheguei dando toda a explicação e pedindo mil desculpas, e dizendo que pelo menos tinha queijo.
E o bofe? Nem deu bola pro meu queijo. Comeu o da mãe dele..



Santa paciência!

2 comentários:

Tric.The disse...

Kaaaaaaaaaaaaakakakakakakkakakakakkakakka



Comeu o queijo da mãe dele!

Que abuso!!

Mas ainda quero provar esse queijo Shermer, deve ter um gostinho de vitória!

=@~

ps: adorei o teu presunto.

e principalmente, tu, nêga.

huhu

Laura disse...

O.o

meldels, que saga!!!

e o zaffari (chamado aqui no cafofo carinhosamente de zé alfredo) deveria ter um atendimento superior aos outros supers...

mas enfim, sabe que ando comprando só no rissul? cerveja sempre gelada, e as minas atendentes são meio loucas mas pelo menos tudo lá é mais barato, fica a dica.

xD